5 dicas para planejar a reforma da casa

5 dicas para planejar a reforma da casa

Reforma da casaAfinal, não dá para começar a quebrar as paredes na reforma da casa sem ter a certeza de como ficará. Antes de renovar um ambiente, seja ele qual for, é interessante buscar inspiração em projetos modernos e arrojados para ter uma ideia melhor do que se procura como resultado final.

Se você tem em mente dar aquela repaginada em sua casa, selecionamos cinco ótimas dicas para fazer um planejamento prático e eficiente para a sua reforma. Confira.

  1. Avalie o que precisará ser feito. Antes de mais nada, procure um profissional capacitado para ajudá-lo a decidir o que precisará ser feito na reforma da casa. Juntos, vocês determinarão quais devem ser as prioridades durante a reforma e o que exatamente será feito durante o processo.
  2. Estipule um orçamento.Faça uma pesquisa sobre os custos com materiais e mão de obra para ter uma ideia de quanto será gasto na reforma. Coloque esses valores em um papel e, com precisão, veja o quanto você poderá investir em uma reforma da casa como essa. Procure não extrapolar o orçamento inicial para não entrar em dívidas no futuro.
  3. Legalize a reforma (quando houver necessidade). Se houver aumento da área total construída, a prefeitura precisará emitir um alvará de aprovação para a execução da obra. Se as mudanças forem pequenas (retirar uma parede ou trocar o telhado), basta entrar com um comunicado na subprefeitura. Serviços de manutenção (recuperação do piso, por exemplo) não necessitam de legalização.
  4. Divida a reforma em etapas. Organizar o cronograma da reforma e dividi-la em etapas é fundamental. Após contratar o arquiteto, o próximo passo é admitir as equipes complementares, que elaborarão o projeto, e fazer a contratação de mão de obra e a encomenda dos materiais necessários. Em seguida, vem a demolição de alvenaria e a execução da estrutura. As instalações fazem parte da quarta etapa, seguida do cuidado com o contrapiso, reboco das alvenarias, batentes e acabamentos (pisos e pinturas). A última etapa engloba a instalação de metais, vidros, esquadras e luminárias, feita por técnicos de hidráulica, vidraceiros e eletricistas.
  5. Pesquise os preços dos materiais e da mão de obra. Antes de comprar o que será necessário para executar a reforma, pesquise os preços dos materiais e da mão de obra em lojas de materiais de construção ou pela internet. Uma ótima dica é conhecer o site Click Reforma, que cota a quantidade necessária de materiais de acordo com as dimensões da superfície da obra. Ele ainda calcula o custo médio de pintura e reformas hidráulicas e elétricas segundo a área a ser construída, além do padrão da obra (alto, médio ou popular).

Bom planejamento e boa reforma!